jusbrasil.com.br
22 de Outubro de 2020

Estudante de direito de Sorocaba, SP, faz petição em versos e ganha ação

Adriano Moraes preparou, em duas horas, uma petição inusitada. Jovem diz que iniciativa sensibilizou a Justiça.

DellaCella Souza Advogados, Advogado
há 6 anos

Publicado por Elisângela Marques

Um estudante de direito de Sorocaba (SP) preparou uma petição diferente à Justiça reclamando indenização por danos morais. Ele escreveu um documento em versos para expressar a indignação após ser cobrado duas vezes por uma dívida já paga.

A petição foi enviada à 1ª Vara do Juizado Especial Cível de Sorocaba, inclusive, fazendo alusão a artigos da lei, para sensibilizar a Justiça. "Sabia que no Juizado Especial Cível de Sorocaba são dois juízes e um deles é uma mulher. Resolvi, então, expressar de forma poética todo o problema que estava enfrentando ”, comenta Adriano.

O estudante estava sendo cobrado pela segunda vez pela mesma instituição financeira que incluiu o nome dele em órgãos de proteção ao comércio. A juíza da comarca, Erna Thecla Maria Hakvoort, julgou a ação a favor de Adriano e já concedeu o valor da indenização.

“A minha ideia foi sensibilizar mesmo, por isso resolvi escrever as sete páginas de versos contando como estava cansado de tentar resolver o problema”, relata.

Adriano foi acusado pelo banco de não pagar a primeira parcela do financiamento de um carro em 2009. No mesmo ano, ele provou que pagou e recebeu uma indenização de mais de R$ 9 mil. Mas, três anos depois, ele recebeu a cobrança da mesma dívida e, mesmo tendo apresentado todos os documentos provando que não devia nada, teve o nome incluído em empresas de proteção ao crédito.

“Foram três meses viajando a São Paulo e Bauru (SP), correndo atrás de assessoria aqui em Sorocaba, mas, sem nenhuma solução. Eles já tinham até pago a indenização e mesmo assim me cobravam de novo” afirma.

Estudante de direito de Sorocaba SP faz petio em versos e ganha ao

Estudante fez petição em forma de poema para reclamar de cobrança indevida de banco (Foto: Arquivo Pessoal/Adriano Moraes)

Adriano conta que a ideia de fazer os versos foi tentar estimular a Justiça a também criar formas novas de solucionar antigos problemas.

“Quem sabe assim as instituições financeiras criam estratégias para tratar melhor o cliente para que ele não tenha que recorrer à Justiça para preservar direitos comuns”, enfatiza.

Além de futuro advogado (no próximo ano ele se forma) Adriano já se destaca como poeta, afinal, o estudante já ganhou seis causas com petições em versos. “Diferentes desses, as outras petições apenas mesclavam versos e poemas. Essa petição, não. O documento todo foi escrito em rimas para fazer a diferença”, conclui Adriano.

Excelentíssimo Juiz, Nobre Julgador, Digno Magistrado, Sábio Doutor. 'Prima facie' peço escusasPela forma que hei de expor."

Adriano Moraes

Estudante de direito de Sorocaba SP faz petio em versos e ganha ao

Trecho da petição em forma de poema que o estudante enviou à Justiça (Foto: Arquivo Pessoal/Adriano Moraes)


Fonte:http://g1.globo.com/são-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2013/08/estudante-de-direito-de-sorocaba-sp-f...

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Criatividade total :) continuar lendo

É! Deu recado. continuar lendo